BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Economia / Desafios para empreender fora do país

Desafios para empreender fora do país

Empresário brasileiro dá dicas para investir no exterior

 

São grandes os desafios que um empreendedor encontra ao investir fora do país, mas o resultado pode ser duplamente recompensador.

Na hora de empreender internacionalmente, é importante prestar atenção a detalhes essenciais para estabelecer uma boa relação de trabalho ao redor do mundo. Cleverson Cassel, da CambioReal, empresa de remessas internacionais que está há 12 anos no mercado e em constante crescimento, dá algumas dicas:

 

É importante aprender a língua. Muitos brasileiros se mudam para outros países e estabelecem contatos apenas com pessoas de mesma origem e acabam desistindo de falar a língua do país. Isso é mais comum do que se imagina, principalmente em regiões com grande concentração de brasileiros, como Flórida, Massachussets, New Jersey e Connecticut (Estados Unidos).  Realmente, é possível se virar falando apenas português nessas regiões, mas para empreender é preciso ir além. Mesmo que seus clientes sejam brasileiros, é preciso falar inglês com fluência para estabelecer contato com parceiros, adquirir licenças, lidar com bancos, fornecedores, entre outros.

 

Pesquise sobre os costumes locais. Antes de iniciar os empreendimentos, pesquise e aprenda os costumes mais tradicionais do país. Verifique quais os comportamentos mais comuns dessa cultura na hora de fazer negócios. Essencial saber quais comportamentos que no Brasil são normais, mas que podem ser inaceitáveis no país onde irá investir. Por exemplo, na China é costumeiro levar um presente para os anfitriões de uma reunião. Já nos Estados Unidos, é habitual chegar sempre com, no mínimo, cinco minutos de antecedência a uma reunião. Um pequeno atraso, mesmo que justificado, é visto como uma grande falha.

 

Identifique a sinergia entre as culturas e use isso como um diferencial para o seu negócio. Na CambioReal sabemos utilizar a cortesia e simpatia brasileira em sintonia com os processos diretos e menos burocráticos americanos. É interessante combinar vantagens dos dois mundos para oferecer um serviço diferenciado e obter uma vantagem competitiva. Nossos concorrentes, por exemplo, são majoritariamente europeus ou americanos. Com isso, não conseguem competir conosco em questão de atendimento de qualidade. Isso porque conhecemos nosso público e suas necessidades e possuímos um know how “brasileiro” em atendimento ao cliente. Ao mesmo tempo, nossos clientes brasileiros, acostumados com a burocracia de bancos, se surpreendem com a forma como a CambioReal consegue trazer a objetividade americana para simplificar serviços e deixar remessas fáceis e baratas.

 

Proteja-se das variações cambiais e otimize seus custos. Mesmo quando seu negócio não é relacionado ao câmbio, é preciso ficar sempre de olho nas flutuações cambiais e nos seus custos, uma vez que pode impactar bastante na lucratividade da empresa. Por exemplo, para enviar dinheiro para o exterior, tente entender os fatores que podem levar a moeda daquele país a ficar mais cara ou mais barata e fazer remessas em um momento mais favorável. Para isso, é preciso estar antenado às notícias de política e economia tanto do Brasil como do país onde deseja investir. Além disso, compare custos de serviços que podem ser realizados no Brasil ou no exterior. A CambioReal, por exemplo, possui um call center no Brasil, onde a mão de obra é mais qualificada e econômica e os atendentes falam português. Assim, é possível oferecer serviços melhores e mais baratos, além de uma margem maior para oferecer bônus e motivar funcionários. Já os funcionários relacionados com regulamentações e segurança são localizados nos Estados Unidos, pois estão em contato mais próximo com órgãos americanos, facilitando a constante atualização.

 

Mantenha-se focado. Por último, mas não menos importante, é preciso se manter firme no que acredita. Empreender fora do país pode apresentar desafios maiores, com a língua, cultura, relações. Porém, tente aceitar que desafios são parte natural do caminho de qualquer empreendedor.  Se você tem um bom serviço e acredita no que comercializa, não tem como dar errado. É preciso pensar que investimentos são geralmente a longo prazo e que os frutos serão colhidos se você for persistente e trabalhar muito!

Cleverson Cambio real media

About Suzi Galdeano

Carioca, formada pela UniverCidade, trabalha no Jornal do Brasil, escreve os blogs Portrait e Pinceladas do portal Um Olhar, além de ter seu próprio site. Trabalhou nas assessorias de moda e eventos mais renomadas da cidade e funcionária do departamento de relações públicas da divisão de luxo do Grupo L' Óréal.

Check Also

Siri - Camarao a milanesa com arroz a grega - Berg Silva

Tem novidade para a hora do almoço

Servido de segunda a sexta, o menu executivo é uma tendência que está conquistando seu ...

Deixe uma resposta